Prof. Ismail Khalil

Johanes Kepler University Linz, Austria

Prof. Ismail Khalil

Johanes Kepler University Linz, Austria

Biography

Ismail Khalil (http://www.iiwas.org/ismail/) is the deputy head of the institute of telecooperation, Johanes Kepler University Linz, Austria, since October 2002. He is the president of the international organization of Information Integration and Web-based Applications & Services (@WAS). He holds a PhD in computer engineering and received his habilitation degree in applied computer science on his work on agents interaction in ubiquitous Environments in May 2008. He currently teaches, consults, and conducts research in Mobile Multimedia, Cloud Computing, Agent Technologies, and Web Intelligence and is also interested in the broader business, social, and policy implications associated with the emerging information technologies. Before joining Johannes Kepler University of Linz, he was a research fellow at the Intelligent Systems Group at Utrecht University, Netherlands from 2001-2002 and the project manager of AgenCom project at the Software Competence Center Hagenberg Austria from 2000-2001. Dr. Khalil has authored around 100 scientific publications, books, and book chapters. He serves as the Editor-in-Chief of 4 international journals and 2 books series. His work has been published and presented at various conferences and workshops.

BIOGRAFIA

Ismail Khalil (http://www.iiwas.org/ismail/) é o vice-chefe do Instituto de telecooperação, Johanes Kepler University Linz, Áustria, desde outubro de 2002. Ele é o presidente da organização internacional de Integração de Informação e Web Aplicativos baseados e Serviços (@WAS). Ele tem um PhD em engenharia da computação e recebeu seu diploma de habilitação em ciência da computação aplicada sobre o seu trabalho na interação agentes em ambientes ubíquos em Maio de 2008. Atualmente, é professor, consulta, e realiza pesquisas em Mobile Multimedia, Cloud Computing, Agent Technologies, e Inteligência da Web e também está interessada no negócio, e as implicações políticas sociais mais amplas relacionadas com as tecnologias de informação emergentes. Antes de ingressar na Universidade Johannes Kepler, de Linz, ele era um pesquisador do Grupo de Sistemas Inteligentes da Universidade de Utrecht, Holanda, de 2001-2002 e o gerente de projeto do projeto de AgenCom ao Software Competence Center Hagenberg Áustria 2000-2001. Dr. Khalil é autor de cerca de 100 publicações, livros e capítulos de livros científicos. Ele serve como Editor-in-Chief de 4 revistas internacionais e 2 livros da série. Seu trabalho tem sido publicado e apresentado em várias conferências e workshops.

ABSTRACT

The Cloud is not “there”, We are the cloud !

We have now fully entered the era of cloud computing championed by services such as Amazon Web Services, for example. Computing has evolved towards a service paradigm for enabling ubiquitous, convenient, on-demand network access to a shared pool of configurable computing resources (networks, servers, storage, applications, and services). Processing units and storage are managed in data centers whose architecture (clusters or grid) is transparent to the users and programmers. Both desktop and mobile multimedia applications are accessed from the web anytime anywhere. An unenthusiastic computer scientist could claim that there is nothing new under the sun since RPC (Remote Procedure Call). Therefore, this talk will try and shed a light on the research questions raised by this new technological ecosystem and by various scenarios for its evolution.

RESUMO

 Entramos totalmente na era da computação em nuvem representada por serviços como o Amazon Web Services, por exemplo. A Computação tem evoluído no sentido de um paradigma de serviço para permitir acesso on-demand onipresente, conveniente, de rede a um pool compartilhado de recursos de computação configuráveis ​​(redes, servidores, armazenamento, aplicações e serviços). Unidades de processamento e armazenamento são geridos em centros de dados cuja arquitetura (clusters ou grade) é transparente para os usuários e programadores. Aplicações multimídia móveis e desktop são acessadas ​​na web a qualquer hora em qualquer lugar. Um cientista da computação sem entusiasmo poderia alegar que não há nada novo sob o sol desde RPC (Remote Procedure Call). Portanto, essa conversa vai tentar lançar uma luz sobre as questões de pesquisa levantadas por este novo ecossistema tecnológico e por vários cenários para a sua evolução.