GranDSI-BR: Grandes Desafios de Pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil (2016-2026)


Histórico: Nos últimos 10 anos, a Sociedade Brasileira de Computação (SBC) tem se preocupado em prospectar os principais desafios de pesquisa na área de Computação no Brasil para a década seguinte, por meio do seminário “Grandes Desafios de Pesquisa em Computação no Brasil” (2006, 2009 e 2014)[1], cujo impacto positivo abriu portas para o direcionamento da pesquisa e organização de eventos em torno dos temas, bem como de ações concretas de desenvolvimento pela comunidade científica acerca dos temas abarcados. Inspiradas nesta iniciativa, comunidades científicas ligadas a diferentes subáreas da Computação dentro da SBC promoveram esforços no sentido de também identificar seus grandes desafios de pesquisa[2].

Contexto: Sistemas de Informação (SI) têm sido um dos principais agentes de crescimento econômico e transformações sociais no Brasil e no mundo nas últimas décadas, e a perspectiva é clara de que persistirão fortemente como tal nos próximos anos. A importância dos SI’s para o funcionamento das organizações e da sociedade atual justifica o debate sobre diretrizes e uma agenda para a pesquisa em SI, o que tem sido amplamente realizado internacionalmente.

A área de pesquisa em Sistemas de Informação busca compreender a Computação como meio ou instrumento para a solução de problemas do mundo real, da sociedade e das organizações. Seu caráter aplicado e multidisciplinar torna-a um desafio, exigindo uma reflexão mais profunda não somente sobre as tecnologias construídas como em relação aos seus desdobramentos quando aplicadas na prática. O estabelecimento de uma visão comum dos desafios enfrentados pela área se faz necessário, como forma de direcionamento de esforços visando a real solução dos grandes problemas atuais do país.

Objetivo: Considerando a importância e o amadurecimento da comunidade científica de Sistemas de Informação no âmbito da SBC, a CE-SI (Comissão Especial de Sistemas de Informação) lança em 2016 o Seminário Grandes Desafios de Pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil – GranDSI-BR, cujo objetivo é prospectar as questões de pesquisa na área de Sistemas de Informação que serão importantes para a ciência e o país num período de 10 anos (2016-2026).

O GranDSI-BR 2016 objetiva provocar a comunidade científica e a indústria nacional a responder as seguintes questões:

  1. Quais os contextos problema de pesquisa em SI desafiadores para o Brasil?
  2. Quais são os desafios de SI para a solução de problemas em diferentes domínios?
  3. Quais os desafios no desenvolvimento, uso e análise de efeitos de SI na solução de problemas?
  4. Quais os desafios de SI que são independentes de domínios específicos? Quais as questões específicas do artefato em si (como integração, complexidade e utilidade) que precisarão ser enfrentadas?
  5. Quais os desafios de área de SI considerando seu desenvolvimento no futuro? Como a área deve se posicionar para atingir seus objetivos, em particular no Brasil?

O GranDSI-BR 2016 será realizado junto ao XII Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação (SBSI 2016), e compreenderá as seguintes etapas:

Etapa 1: Submissão de propostas de desafios: submissão de propostas de desafios para a área de SI, na visão de pesquisadores, profissionais da indústria e especialistas no tema.

Etapa 2: Seminário: apresentação, discussão e consolidação das propostas coletadas e levadas, pelo público presente, durante o seminário em maio de 2016, junto ao SBSI, em Florianópolis, Brasil.

Etapa 3: Elaboração de artigos de proposição (Position Papers): entrega de um artigo que apresente um posicionamento claro e relevante de seus autores capaz de gerar e promover a discussão em torno dos temas gerados no seminário, que serão organizados e publicados como capítulos de um livro digital.

Chamada: A Comissão Especial em Sistemas de Informação convida a comunidade científica, profissionais da indústria e especialistas na área de SI a submeterem suas propostas de desafios.

A proposta deve conter (no mínimo) os seguintes itens:

  1. Qual é o grande desafio proposto
  2. Qual o(s) contexto(s) específico(s) a ele relacionado e sua relevância no contexto nacional e/ou internacional de Sistemas de Informação
  3. Com que iniciativa está relacionado (se houver)
  4. Formas de avaliação do progresso do desafio proposto.

São características de um Grande Desafio de Pesquisa, conforme proposto pela SBC:

  • Deve ser dirigido a avanços significativos na área e, consequentemente, à ciência, em vez de se basear em resultados incrementais de progressos existentes.
  • A pesquisa para abordar um desafio deve ir muito além dos trabalhos e resultados que podem ser desenvolvidos e alcançados em um projeto de pesquisa individual convencional.
  • Seu progresso deve ser passível de ser realizado e avaliado de forma incremental, de modo que seja possível analisar a sua evolução e executar mudanças de curso eventualmente necessárias.
  • Seu sucesso deve poder ser avaliado de forma clara e objetiva.
  • Possivelmente multidisciplinar na natureza e nas possibilidades de solução.
  • Emerge de um consenso da comunidade científica para servir como um cenário de longo prazo para os pesquisadores, independentemente de políticas de financiamento ou de questões conjunturais.

As propostas devem ser submetidas via JEMS no link https://jems.sbc.org.br/home.cgi?c=2461, no formato de artigos da SBC, e devem ter de 2 a 3 páginas. As propostas serão analisadas por uma comissão, e servirão como base para a discussão e proposição dos Grandes Desafios de Pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil durante o seminário, em maio de 2016, junto ao SBSI, em Florianópolis, Brasil.

Datas importantes

Submissão de desafios: 01/03/2016 14/03/2016 25/03/2016

Coordenação do GranDSI-BR

Clodis Boscarioli (UNIOESTE)
Renata Araujo (UNIRIO)
Rita Suzana Pitangueira Maciel (UFBA)

 

[1] http://sbc.org.br/documentos-da-sbc/category/141-grandes-desafios

[2] Um exemplo é o da comunidade de Interação Humano-Computador, disponível em: http://comissoes.sbc.org.br/ce-ihc/documents/livro_IGranDIHC_BR_2015_EN.pdf